Canoas: Polícia prende três em depósito de cigarro contrabandeado
5 (100%) 1 voto Gostou Do Artigo?Deixe Seu Voto

Os agentes da Delegacia de Repressão ao Roubo e Furto de Cargas encontraram na tarde da última segunda-feira (5) um depósito e centro de distribuição de cigarros contrabandeados na cidade de Canoas, localizada na Região Metropolitana de Porto Alegre. Os agentes fazem parte do  Departamento Estadual de Investigações Criminais.

No depósito, a polícia apreendeu mais de 43 mil maços de cigarros vindos do exterior de forma ilícita, dez veículos, vários telefones celulares além de R$ 29 mil reais em espécie e uma nota falsa de R$ 20. Os três criminosos que estavam no local foram detidos.

De acordo como delegado Alexandre Luiz Fleck, os criminosos irão responder por crimes de contrabando e moeda falsa.

Canoas na luta contra o crime

A cidade de Canoas está combatendo o crime de forma veemente. Estão sendo feitas diversas ações policiais para inibir a criminalidade.

Os primeiros resultados deste ano já foram noticiados aqui no Jornal de Canoas.

O tráfico de drogas tem sido a maior dor de cabeça para as autoridades, principalmente por ter sido o motivo para 90% dos homicídios em 2017.

De acordo com o delegado Luis Antônio Firmino, a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa está trabalhando em Canoas com informações de outras delegacias: “Estamos em constante diálogo com os policiais dos outros distritos, para entender melhor a dinâmica desses casos”.

A redução do número de homicídios (115 em 2017) é a principal meta da polícia para este ano.

Mesmo assim, o trabalho é complicado, pois os crimes costumam acontecer em locais afastados, onde não há testemunha.

E, mesmo onde tem testemunhas, é complicado achar quem queira falar.

“Elas não têm segurança nem dentro da própria casa, onde os marginais conseguem facilmente invadir. Nessas regiões acaba imperando a lei do silêncio, tornando mais difícil a investigação”, informa Firmino.

Recentemente, alguns traficantes foram presos na região de Canoas.