Carapicuíba: motorista de funerária salva bebê que havia sido considerada morta
5 (100%) 1 voto Gostou Do Artigo?Deixe Seu Voto

O motorista de uma funerária salvou a vida de uma recém-nascida que foi dada como morta ao chegar no Instituto Médico Legal. Ele percebeu que a pequena Manoela estava viva.

O agente funerário disse: que quando chegou no ML, que fui para descarregar eu percebi que a criança tava respirando, o médico do ML veio e disse, não, tá respirando volta leva pro hospital de novo tá viva.

O agente da funerária está se referindo a Manuela, que nasceu na noite passada no hospital em Carapicuíba na grande São Paulo. Filha de Ana Caroline de 18 anos e de Leonardo de 19.

Ana Carolina estava com apenas 25 semanas de gravidez, na tarde de segunda-feira ela começou a passar mal e foi levada pela família para o hospital, mal chegou à emergência e já deu à luz logo veio a notícia que a criança já teria entrado em óbito.

A polícia que primeiro registrou o b o para apurar a suposta morte da menina, depois abriu inquérito para investigar como ele estava viva, embora família firme que uma médica auxiliou no parto o atestado de óbito foi assinado pelo médico José Antônio lamback.

O hospital onde tudo aconteceu prometeu apurar o caso e o Conselho Regional de Medicina abrir uma sindicância para avaliar a conduta dos profissionais.