O Jornal de Canoas é um portal de notícias da cidade de Canoas, com as melhores notícias do Brasil e Mundo,confira os últimos acontecimentos, fique por dentro de tudo! acesse www.jornaldecanoas.com

Complexo Prisional de Canoas terá operação plena em março

O complexo canoense irá operar com capacidade plena a partir do próximo mês.

Complexo Prisional de Canoas terá operação plena em março
Deixe Seu Voto

Em Canoas, o complexo prisional começará a operar com a capacidade plena já no mês de março.

A informação foi dada pelo Cezar Schirmer, secretário de Segurança Pública. Ele conversou com jornalistas em uma entrevista coletiva na última quinta-feira (22).

De acordo com a autoridade, as 2.808 vagas das quatro prisões que compõe a estrutura penitenciária estarão livres para serem ocupadas a partir da formatura e liberação dos 480 servidores da Susepe (Superintendência dos Serviços Penitenciários).

Isso tudo deve acontecer já na primeira semana de março.

Em pronunciamento, o secretário falou sobre compreender a ação do Poder Judiciário que suspendeu por 60 dias as decisões da Vara de Execuções Criminais de Porto Alegre.

“A decisão do desembargador Sérgio Grassi Beck contempla em todos os sentidos as posições defendidas pela SSP, por meio da Procuradoria-Geral do Estado (PGE). Apresentamos um material com mais de 200 páginas que comprova a evolução no tratamento dados aos presos provisórios”, disse Schirmer.

Decisão do TJRS sobre cadeia de Canoas

O secretário deixou claro que as ações tomadas pelo governo do Estado estão tentando cumprir a decisão do próprio Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul.

Foi determinado o fim da utilização das viaturas para a custódia de presos e também da superlotação das celas em delegacias.

“O quadro hoje é muito melhor que o anterior, no qual eles eram expostos a condições realmente críticas. Nesse contexto, o diálogo aberto e a parceria com TJRS foi essencial”, o secretário ainda afirma que esse diálogo garantiu que o funcionamento ocorresse normalmente enquanto novos agentes são formados.

Futuro dos centros de triagem em Canoas e região

Os centros de triagem foram erguidos com o objetivo de serem o primeiro destino dos presos da Região Metropolitana de Porto Alegre.

A construção destes centros permitiu que viaturas da Brigada Militar deixassem de ser usadas como local de custódia para detentos.

Futuramente, após a abertura do complexo prisional de Canoas, os CTs serão anexados à nova estrutura, operando como unidades provisórias de detenção.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.