Depressão quando não tratada pode mudar o cérebro, indica estudos.
5 (100%) 1 voto Gostou Do Artigo?Deixe Seu Voto

depressão pode causar danos mentais a pessoas que sofrem com o problema de forma profunda. A capacidade destrutiva desse estado mental é clara, e lastimavelmente, muitas pessoas concordam que seja perda de tempo dar a devida atenção à esta condição. Entretanto, uma pesquisa publicada pelo periódico The Lancet Psychiatry, revela que pessoas que sofrem de depressão por mais de dez anos possuem a estrutura de seu cérebro modificada de forma negativa.

Como o estudo foi feito:

A pesquisa está em fase inicial, portanto, aconteceu com apenas 80 participantes; 25 com depressão não tratada por mais de uma década, 25 com depressão por menos de 10 anos, e 30 nunca foram diagnosticados com a doença. Todos os pacientes passaram por uma tomografia com exalação de pósitrons, com a intenção de localizar um tipo único de proteína que só é visível quando ocorre uma inflamação cerebral em resposta a alguma lesão ou doença.

O dado que preocupa nessa pesquisa é que, a proteína derivada desse processo inflamatório encontrava-se em elevados níveis em várias partes do cérebro do das pessoas que sofria por mais tempo com a depressão, como, por exemplo, no córtex pré-frontal, área responsável pelos comportamentos humano.

Conclusão

A pesquisa ainda precisa de melhorias, também, precisa ser refeita com mais participantes, para que possa ser aceito válido em quaisquer futuros tratamentos em combate a depressão. Isto comprovaria que a depressão compartilha semelhanças com doenças degenerativas como o Alzheimer, mudando o cérebro de maneiras desconhecidas.