Em Canoas, vereadores fazem pressão por novos bombeiros
Deixe Seu Voto

Os vereadores de Canoas, José Carlos Patricio, do PSD e Sargento Santana, do PTB falaram em entrevista ao jornal O Timoneiro sobre um problema que os moradores do bairro Mathias Velho vem enfrentando.

Os parlamentares falaram na  terça-feira (6) sobre o Corpo de Bombeiros da região que está sem funcionamento, fazendo com que o tempo de resposta para casos na região seja maior.

Assim, os vereadores querem que seja aprovado um projeto de lei para criação vagas voluntárias para bombeiros mistos, que seriam suficientes para a reabertura do posto.

De acordo com o vereador Santana, o que eles querem é o melhor para o bairro: “Fomos atrás de alguns exemplos que acontecem no Rio Grande do Sul. Além disso, construímos uma comissão especial na Câmara para apreciar essa matéria”.

Patricio, ainda fala sobre a resolução rápida para o problema: “O município não pode esperar por algo que o Estado não faz. Temos que resolver esse problema”.

Existe um problema apontado pelos legisladores e é o número e efeivos em toda a corporação, já que existe estrutura, equipamento e caminhão: “Não tem gente. Então fomos atrás de alternativas para aumentar esse efetivo”, afirma Santana.

Voluntariado pode salvar o Corpo de Bombeiros em Canoas

O voluntariado, segundo o vereador é uma das opções. Eles querem que seja criado um sistema com bombeiros civis sendo liderados por bombeiros militares:  “Hoje só há uma guarnição que fica de plantão durante o turno da noite para atender toda a cidade. E, pelo andar da carruagem, ainda corremos o risco de ficar sem guarnição nesse turno, futuramente”, informa Santana em tom de alerta.

No projeto, de acordo com Patricio, está especificado que a própria corporação deverá escolher os novos integrantes da equipe: “Sabemos que o projeto tem vícios de origem, mas nosso objetivo é pautar o assunto e criar uma forma de pressão social para que esse problema seja resolvido”, conta o vereador Patricio.

O Governo Municipal deverá apreciar a pauta, segundo Santana: “Com certeza o prefeito Busato (PTB) vai refazer o projeto, que pode ser ainda melhor que a nossa sugestão”.